Sistema Alerta Exportador, do Inmetro, informa empresas sobre exigências técnicas do mercado externo

O sistema Alerta Exportador oferece aos empresários brasileiros as informações necessárias para que um produto não tenha sua entrada barrada em outro país, por não atender aos padrões de conformidade exigidos localmente. A procura por esse serviço do Instituto teve um aumento de 12%, em 2016, em comparação a 2015, segundo dados da Coordenação-Geral de Articulação Internacional (Caint). De 2002, ano de criação, até agosto de 2017, o Alerta Exportador atingiu um total de 13 mil inscritos, aproximadamente. O sistema tem potencial para aumentar, e muito, a competitividade das empresas no mercado externo.

Hoje, entre serviços similares oferecidos por outros países, o Alerta Exportador do Inmetro é o que possui o maior número de usuários cadastrados, que recebem gratuitamente por e-mail informações sobre todas as novas exigências técnicas notificadas pelos 164 países membros da Organização Mundial do Comércio (OMC).

A maioria das consultas ao sistema foi referente a países da União Europeia (13,5%), o que reflete negociações em curso entre o Mercosul e o bloco, e à Argentina (13,5%), forte parceiro comercial do Brasil. O mercado americano veio em terceiro lugar (12%). Os setores que despertaram maior interesse nas consultas recebidas foram os segmentos de alimentos e bebidas, máquinas e produtos elétricos.

A obtenção antecipada de informações relacionadas às novas exigências dos países de destino de suas exportações também permite às empresas nacionais adiantarem sua adaptação a elas ou, eventualmente, questioná-las em caso de descumprimento das disposições do Acordo sobre Barreiras Técnicas (TBT) da OMC, do qual o Inmetro é ponto focal no País. Contatar o Instituto é fundamental nesta segunda situação, para que o governo possa buscar uma solução bilateralmente junto ao país emissor ou multilateralmente, junto à Organização.

Interessados em obter mais informações sobre o sistema podem acessar a página do Alerta Exportador: http://www.inmetro.gov.br/barreirastecnicas/pontofocal.

Fonte: Inmetro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *