Ipem Amazonas

Destaques

Componentes do sistema de Gás Natural Veicular são verificados pelo IPEM-AM

Componentes do sistema de Gás Natural Veicular
Fotos: Alexandre Vieira/Ipem-AM
Componentes do sistema de Gás Natural Veicular
Fotos: Alexandre Vieira/Ipem-AM
Objetivo visa garantir maior segurança na comercialização dos itens do sistema de GNV

Visando garantir maior segurança nos componentes do Sistema de Gás Natural Veicular (GNV) comercializados em Manaus, o Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-AM), órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), verificou nesta segunda (17/04), uma oficina localizada na rua Jonathas Pedrosa, bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul de Manaus. A ação segue até quinta-feira, dia 20.

A ação faz parte da segunda etapa do Plano Nacional de Vigilância de Mercado (PNVM), coordenado pelo Inmetro em todo país. O objetivo é coibir a comercialização irregular de produtos no mercado formal. O programa tem duração de 90 dias, onde cada semana um produto será alvo de fiscalização. Neste primeiro dia, foram verificados 71 itens, como Redutor de pressão, tubulação de alta pressão, válvula e suporte de cilindro, não sendo encontrada nenhuma irregularidade.

De acordo com o diretor-presidente do Ipem-AM, Renato Marinho, todos os componentes devem ser certificados pelo Inmetro, e ostentar o Selo de Identificação da Conformidade nos produtos para sua comercialização no mercado nacional. “No Amazonas, nós temos cinco oficinas credenciadas pelo Inmetro e todas terão nesse primeiro momento uma fiscalização educativa, para que esses produtos estejam certificados e sejam regulamentados pelo Inmetro, para que não haja nenhum tipo de incidente ou de acidente”, informou.

Renato Marinho orienta ainda para os cuidados na compra do kit do sistema de GNV. “Precisa estar verificando inicialmente se a empresa é certificada pelo Inmetro, a empresa que está fazendo a confecção da instalação. É muito fácil, você pode adentrar até o site do Inmetro e verificar se aquela empresa é credenciada. E em segundo plano saber se os produtos estão certificados através dos selos do Inmetro. Então, é todo um conjunto de informações que o consumidor tem que atentar na hora de adquirir esse produto, orientou.”

Para Wallace da Silva, proprietário da empresa WDG Automotiva, é importante não somente cumprir as normas do Inmetro, mas garantir uma maior confiabilidade no serviço. “O principal é dar segurança para a população em querer adquirir o kit de GNV. A empresa cumpre todas as normas do Inmetro e com a visita do Ipem aqui. Isso passa uma segurança para a população em saber que o Inmetro está fazendo a fiscalização. Se os componentes que estão sendo instalados nos veículos estão conforme a norma. O cliente busca uma economia no gás natural, mas ele quer segurança e qualidade no serviço”, declarou. Wallace da Silva.

Redutor de pressão

Durante a ação serão fiscalizados todos os componentes do sistema de GNV, como o Redutor de pressão, tubulação de alta pressão, cilindro para armazenamento, suporte do cilindro, receptáculo de abastecimento, entre outros, para verificar se os componentes possuem os dados do fabricante; o CNPJ; a certificação do Inmetro; No caso dos cilindros é verificada a data de validade, e se o mesmo possui o selo do Inmetro; e a revalidação do cilindro.

As operações têm caráter orientativo e caso sejam encontradas possíveis irregularidades os estabelecimentos serão orientados a corrigir os procedimentos. Em caso de reincidência, estarão sujeitos às penalidades previstas em lei, com multas que variam de R$ 100 e R$ 1,5 milhão.

Balanço da Primeira etapa do PNVM

Foram verificadas 251 balanças, onde sete delas apresentaram irregularidades, como display queimado e erro de pesagem acima do permitido. Os estabelecimentos receberam orientações para corrigir os procedimentos.

Ouvidoria do Ipem-AM

Ouvidoria do IPEM-AM, no telefone 0800 092 2020, segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou pelo site: https://ipem.am.gov.br/ouvidoria/, e das redes sociais do órgão: Instagram – @ipem.amoficial; Facebook – Ipem Amazonas e Twitter – @ipemamoficial.

Transparência

Links Úteis

Aviso Ouvidoria