Ipem-AM firma convênio com Amazonas Energia para inspecionar e combater fraudes em medidores

O Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) e a Amazonas Energia assinaram, na tarde desta segunda-feira (20/05) um convênio de cooperação técnica e cientifica para realização de avaliação em medidores de energia elétrica. Por meio do convênio, será possível analisar os medidores que apresentam suspeita de fraude ou erro na medição em Manaus, excluindo a necessidade de envio para outro Estado e garantindo mais agilidade ao processo. A assinatura do documento foi na sede do Departamento de Inteligência da Medição da Distribuidora, na zona centro-sul de Manaus, com a participação do diretor-presidente do Ipem, Márcio André Brito; diretor-presidente da Amazonas Energia, Tarcísio Rosa e do diretor de clientes da distribuidora, Márcio Paixão.

Vinculado à Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti), o Ipem é a única instituição autorizada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) a realizar a aferição de medidores no Amazonas. Antes do convênio com a distribuidora de energia, as inspeções dos medidores precisavam ser feitas fora do Amazonas. “Nós otimizamos todo o processo por meio desse convênio, com o objetivo de garantir, sobretudo ao consumidor, que aquela conta, aquele valor cobrado, foi fruto de medições realizadas sem erros, atendendo toda a regulamentação e a legislação do Inmetro. São 10 medidores testados por ensaio e nossa expectativa é dobrar esse número em breve”, disse Márcio André Brito, diretor-presidente do Ipem-AM.

Os processos de análises de medição são regulamentados pela resolução n. 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Todas as verificações contarão com emissão de laudos e relatórios técnicos e levarão de 7 a 30 dias para conclusão de análise técnica e metrológica.

Agilidade – A bancada de Calibração de Medidores de Energia de 10 posições tem a capacidade de realizar ensaios de calibração em 71 instrumentos por dia, atingido a marca de 1.411 medidores verificados por mês e 16.932 por ano. O processo será feito sempre na presença de dois técnicos, um do Ipem e um da Amazonas Energia. O investimento do convênio é de R$ 599.873,76 por ano, por parte da Amazonas Energia.

De acordo com o diretor-presidente da Amazonas Energia, Tarcísio Rosa, o processo confere maior credibilidade do serviço prestado ao cliente. “Esse convênio possibilita que o medidor já saia daqui com a chancela da empresa e do Ipem. Isso é mais importante para nós. Isso dá confiança, credibilidade e transparência. O cliente que quiser vir acompanhar um teste aqui será recebido e nós vamos mostrar como são feitos esses ensaios”, assegurou.

A Amazonas Energia orienta que as denúncias de furto de energia podem ser realizadas por meio das centrais de atendimento da Empresa, pelo telefone 0800 701 3001, pelo aplicativo de celular “Amazonas Energia”, pelo canal de denúncias do site www.amazonasenergia.com ou pelos telefones da Delegacia Especializada no Combate Ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) 3622-7837 / 3622-7303.

FOTOS: CLÁUDIO HEITOR/SECOM