Ipem Amazonas

Destaques

Ipem-AM atuará como articulador na execução do ProdIQ no Amazonas

Objetivo do programa é fomentar a acreditação de laboratórios e a formação de profissionais nas áreas de metrologia
Ipem-AM atuará como articulador
Diretor-presidente do Ipem-AM, Renato Marinho, participa do lançamento do ProdIQ em seminário realizado na cidade de Manaus / Fotos: Alexandre Vieira/Ipem-AM

Órgão delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM) irá desempenhar no estado o papel de articulador na execução do Programa Regional de Desenvolvimento da Infraestrutura da Qualidade (ProdIQ), lançado durante o Seminário Internacional “A Qualidade e as Práticas de Sustentabilidade”, nesta quinta-feira (31/8).

Desenvolvido pelo Inmetro, o objetivo do ProdIQ é fomentar a acreditação de laboratórios e a formação de profissionais nas áreas de metrologia e qualidade nas regiões Norte e Nordeste do país.

Representando o governador do Estado, Wilson Lima, o diretor-presidente do Ipem-AM, Renato Marinho, participou do evento e destacou a importância do papel do instituto no desenvolvimento do programa.

“O programa do Inmetro irá quebrar uma barreira existente entre as regiões norte, nordeste, sul e sudeste do Brasil em relação à acreditação. O Amazonas é detentor de um dos maiores polos industriais da América Latina e temos de enviar produtos fabricados aqui para serem certificados no sul. Mas essa realidade irá mudar com a execução do ProdIQ”, afirmou o gestor, ao acrescentar que o Ipem-AM atuará na coordenação relacionada aos termos de convênio e cooperação com as instituições que forem credenciadas.

“Vamos dar esse apoio logístico e participação efetiva no processo de construção das portarias e normas e, em um segundo momento, podendo atuar na questão da fiscalização da aplicação dos procedimentos que foram constituídos”, explicou Renato Marinho.

No lançamento do ProdIQ, um acordo de cooperação foi assinado com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade Estadual Piauí (Uespi) para possibilitar o acesso das universidades à infraestrutura laboratorial, aos recursos humanos e às iniciativas acadêmicas do Inmetro.

De acordo com o presidente do Inmetro, Márcio André Brito, atualmente, apenas 9% dos laboratórios acreditados pelo órgão federal estão nas regiões Norte e Nordeste. “Queremos mudar esse quadro, para levar a infraestrutura da qualidade a todo o país, contribuindo para um ciclo virtuoso de desenvolvimento”, ressaltou.

Seminário

Promovido pela Associação Brasileira de Acreditação (Abrac) em parceria com o Inmetro, o seminário Internacional “A Qualidade e as Práticas de Sustentabilidade” reuniu representantes de 22 países da América em Manaus, na manhã desta quinta-feira (31/8).

O evento integra a agenda da 31ª Reunião da Assembleia Geral da Cooperação Interamericana de Acreditação (IAAC), uma associação regional de 61 organismos de acreditação e organizações de avaliação da conformidade das Américas. No evento foram discutidos como o setor da infraestrutura da qualidade pode contribuir na busca por um futuro mais equitativo e ambientalmente responsável.

Transparência

Links Úteis

Aviso Ouvidoria