Ipem encerra operação especial “Boas Festas” com mais de 30 mil produtos fiscalizados

 

Um pouco mais de 33 mil produtos foram fiscalizados pelo Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem), na operação especial “Boas Festas”, realizada no período de 22 de novembro a 10 de dezembro deste ano. Foram fiscalizados 405 estabelecimentos comerciais da capital e Região Metropolitana, sendo 18 empresas notificadas por estarem comercializando produtos fora dos padrões estabelecidos pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Diretor-presidente do Ipem, Márcio André Brito

O diretor-presidente do Ipem, Márcio André Brito falou sobre a importância em realizar essa operação. “O objetivo é retirar, de forma preventiva, produtos relacionados à época natalina em desacordo com a legislação do Inmetro. E esses produtos passam por peru, chester, panetones, frutas cristalizadas, ou seja, produtos que são embalados na ausência do consumidor. O consumidor chega às compras e já está lá o peso definido. Será se esse peso é verdadeiro? O Ipem recolhe essas amostras e realiza esses ensaios. Também fiscalizamos os materiais elétricos de baixa tensão, que são os pisca-piscas e luminárias”, explicou.

 

Ao todo, foram fiscalizados 33.013 produtos, como panetones, peru, pernil, chester, frutas cristalizadas, entre outros. Destes, 6.017 estavam irregulares, dentre eles estão os tradicionais pisca-piscas com 3.042 produtos, materiais elétricos de baixa tensão com 39 peças de fios e cabos, e 2.508 brinquedos. Todos estavam sem a certificação do Inmetro.


Em relação ao peso, foram fiscalizados 2.269 panetones, sendo testadas 428 amostras de 400 gramas no laboratório do Ipem, e após ensaio todos foram reprovados por estarem abaixo do peso, onde o consumidor estava perdendo ao menos 24 gramas.

O titular do Ipem no Amazonas aproveitou para orientar os consumidores na hora de fazer as compras de fim de ano. “O que nós orientamos é que se o consumidor perceber que esse produto como o panetone está muito leve, alguma dúvida, procure imediatamente uma balança que existe em todos os comércios. Essas balanças são testadas pelo Ipem. Só em 2021, foram mais de 65 mil balanças testadas no Estado. Então, o consumidor procura uma balança eletrônica, veja se tem o selo do Inmetro na balança, significa que o Ipem testou, e faça uma simples pesagem e compare o peso que está informando na embalagem com o peso da indicação da balança. Houve divergência, denuncie ao Ipem por meio da nossa ouvidoria”, orienta Márcio André Brito.

Notificação – As empresas notificadas têm um prazo de dez dias para apresentar defesa junto ao Ipem-AM, estando sujeitas às penalidades previstas na lei, como advertência e multa, podendo chegar a R$ 2,2 milhão.

O consumidor que desconfiar de possíveis irregularidades, o mesmo deve entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-AM pelo telefone 0800 092 2020, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, ou pelo e-mail ouvidoriaipem@ipem.am.gov.br

TEXTO: Alícia Oliveira

FOTOS: Tony Silva/Ipem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *